Não há tempo a perder: por que a fluência no inglês vai alavancar sua carreira profissional

27/12/2017

Você provavelmente já deve ter escutado que hoje a fluência em inglês já não é mais um diferencial e sim uma obrigação no mercado de trabalho.

Quando se procura uma promoção no trabalho ou um novo emprego, uma pergunta que a maioria dos gestores faz aos candidatos é:

“Você fala inglês?”.

Embarrased_Man

Esta pergunta clássica já é conhecida e ainda assim continua eliminando excelentes profissionais de processos seletivos ou travando a ascensão de outros tantos.

Não tem jeito, não ter fluência em inglês pode e vai comprometer a candidatura para aquela vaga desejada. Por outro lado, falar inglês pode e vai alavancar sua carreira profissional.

Uma pesquisa da Catho mostrou que o domínio de um idioma estrangeiro pode fazer com que o salário de um funcionário suba em até 52%!

E porque as diferenças são tão grandes, mesmo o idioma sendo hoje não mais que uma obrigação?

Uma das razões é relacionada à importância do idioma no mercado.

Uma pesquisa elaborada pelo British Council, organização internacional do Reino Unido para oportunidades educacionais e relações culturais, indica que 91% dos executivos afirmam que o inglês é o principal idioma dos negócios. Ou seja, quem tem fluência no idioma tem mais possibilidades de realizar novos negócios ou expandir os atuais.



Sem título

Outra razão é que existe uma grande demanda por esses profissionais pelo mercado e a oferta é muito baixa.

Dependendo do seu círculo social fica a impressão que muitas pessoas falam inglês, mas considerando o Brasil como um todo, apenas 5,1% da população de 16 anos ou mais afirma possuir algum conhecimento de língua inglesa e apenas 3% tem fluência no idioma, outro dado da British Council.

Hoje infelizmente o Brasil ocupa apenas a 38ª posição entre 63 países avaliados em relação ao nível de proficiência em inglês.

Em um momento que estamos vivendo uma grave crise econômica, na qual mais de 1,2 milhão de pessoas perderam seu emprego em 2015 segundo o IBGE, o inglês ganha uma importância ainda maior.

Nossa moeda em 2015 se desvalorizou quase 50%.  Esta perda cambial tem diversos efeitos negativos entretanto, um pode ser benéfico: estimula as empresas nacionais a se integrarem ao mercado internacional, principalmente por meio de exportações. E claro, no âmbito do comércio exterior, a fluência na língua inglesa é essencial.

item-1

Para se ter uma ideia, a pesquisa da Catho, feita com 150 mil profissionais, mostrou a comparação daqueles que falam um segundo idioma. No caso, as secretárias têm salários 68% maiores. Já os gerentes, 20%, os consultores, 12% e os diretores, 9%.  Será que os diretores chegariam lá sem o conhecimento de um segundo idioma?

Caso você esteja agora se decidindo onde e como estudar inglês ou outro idioma, recomendo ler sobre como escolher o curso de idiomas certo para você  e também sobre as 5 grandes vantagens dos cursos personalizados de idiomas.

post (22)

Fica nítido que para quem quer alavancar-se profissionalmente e alçar voos mais altos, o domínio do inglês é fundamental. Um bom incentivo para começar ou voltar aos estudos, não acha?

 

Gabriel Morais
por Gabriel Morais

Gabriel Morais é fundador e coordenador da Make it Easy Idiomas. Estudou Letras no México e Finanças na Bélgica, sendo apaixonado por viagens e pelo contato com pessoas de diferentes culturas. Formado em Administração com experiência em Consultoria e Operações Financeiras, é fluente em inglês, espanhol e francês.


Leia mais