Ser voluntário no exterior: uma rica experiência de intercâmbio!

19/10/2017

Se vivenciar outras culturas já é uma experiência inesquecível, imagine, então, aliar esse aprendizado ao benefício de ajudar quem mais precisa, seja em uma ação social ou ambiental. É isso que o voluntariado no exterior pode proporcionar àqueles que buscam algo diferente de tudo que já fizeram. Sem exigência de formação, para embarcar nessa aventura basta ter vontade e se preparar!

 

Qual é a sua causa?

O primeiro passo para escolher um programa de voluntariado é identificar quais são suas habilidades, ou seja, como você pretende ajudar. Há opções para quem prefere trabalhar com crianças em ações educativas e para quem pretende atuar em causas ambientais e de preservação de animais, por exemplo. Esporte, cultura e saúde são outras áreas que também demandam atenção especial de quem quer ser voluntário.

 

Ao descobrir a quais tarefas você pode doar seu tempo, fica mais fácil decidir para onde ir, já que são muitos os países que precisam de ajuda. África do Sul, Tailândia, Quênia, Nepal e Índia são só alguns dos destinos exóticos em que é possível exercitar um lado mais humanitário ao mesmo tempo em que se pratica um segundo idioma.

 

No Sri Lanka, por exemplo, há o projeto de Conservação da Tartaruga (Turtle Conservation Project), na África do Sul, projetos de conservação e proteção de animais selvagens como o Hands on big 5 e, na Tailândia, você pode até dar aulas de inglês para jovens monges. O site Idealist reúne informações sobre organizações em 180 países, e é uma boa ferramenta de pesquisa para conhecer diversas opções de programas. No Volunteer Vacations, é possível segmentar os programas até pelo valor que você pode investir - as opções começam em US$590, o que equivale a cerca de R$1.870 (câmbio em 16/10/2017).

 

A duração do programa de voluntariado varia muito. Enquanto alguns duram apenas duas semanas - o que pode ser uma ótima opção para aqueles que só estão disponíveis nas férias do trabalho - outros podem chegar a dois anos.

 

Trabalho sério!

 

Ser voluntário é coisa séria e, quem já pratica isso no Brasil, sabe que a responsabilidade é como a de um serviço com remuneração. No exterior, não é diferente, portanto, ainda que nas horas vagas seja possível conhecer o país, é preciso ter noção do compromisso do voluntariado.

 

Nesse “intercâmbio do bem”, ao contrário do que muitos pensam, a experiência não é gratuita e tampouco é garantia de desembolsar menos dinheiro do que em um intercâmbio comum. Isso porque quem se voluntaria precisa pagar taxas e arcar com os custos para se manter no país escolhido, afinal, poucas organizações possuem recursos para tanto. Mas atenção: leve em conta que os locais que precisam de voluntários possuem pouca estrutura, por isso, abrir mão do conforto e ser flexível e adaptável para encarar mudanças é fundamental.

 

Idioma na ponta da língua

 

Fazer intercâmbio é uma troca cultural. Como voluntário, a convivência com os nativos, tratando dos mais diferentes assuntos na prática, é uma boa estratégia para incrementar o conhecimento em um segundo ou terceiro idioma. Porém, muitos dos que optam por essa modalidade também fazem um curso de idiomas no local, aliando as aulas às atividades de voluntariado. Com isso, o aprendizado fica ainda mais completo!

 

Bom para quem faz e para quem recebe!

 

Ser voluntário é uma experiência enriquecedora que traz muitos benefícios para quem recebe a ação. Entretanto, quem disponibiliza seu tempo para ajudar os animais, o planeta e as pessoas recebe ainda mais em troca. Além de ser gratificante, atividades de voluntariado no exterior tornam o currículo do profissional muito mais atraente, já que são um diferencial em meio a uma avalanche de pessoas igualmente qualificadas.

Karen Natasha
por Karen Natasha

Karen Natasha é jornalista, apaixonada por livros, moda e meio ambiente. Com experiência em assessoria de imprensa e redação de revistas, aproveita suas horas vagas para aprender mais sobre comunicação, design, fotografia, inglês, francês e espanhol. Sonha em viajar pelo mundo e apreciar paisagens naturais e castelos pelo planeta.


Leia mais