Vantagens e desvantagens do trabalho remoto

31/07/2017

Por Ana Czapla

Você já deve ter ouvido falar ou até conhece alguém que tenha um trabalho remoto. Muitas profissões hoje em dia possibilitam o surgimento do nômade digital - e com ele as vantagens e desvantagens do trabalho remoto. Se o seu trabalho faz parte da lista de profissões que nos possibilitam trabalhar remotamente (veja aqui alguns exemplos, em inglês), antes de assinar (digitalmente) qualquer contrato de trabalho permanente e remoto, conheça aqui algumas vantagens e desvantagens de trabalhar a distância:

Verifique a cultura da empresa e as ferramentas usadas na comunicação interna


Esta empresa possui experiência com funcionários remotos? Quais são as ferramentas utilizadas na comunicação interna, entre os times? Empresas que promovem e aceitam o novo nômade digital também devem estar abertas e flexíveis a construírem times multiculturais, alem de se prepararem com ferramentas e processos adequados para que esses times mantenham um fluxo de trabalho eficiente.

Cheque o horário de trabalho


Trabalho remoto muitas vezes significa trabalhar com times remotos, espalhados pelo mundo. Verifique em quais horários você deverá estar disponível para reuniões específicas - e esteja preparado para ser flexível, dependendo da diferença de horários dos colegas.

Verifique se terá a oportunidade de conhecer o time pessoalmente


Algumas empresas estarão preparadas para convidá-lo a viajar e conhecer os escritórios e os times pessoalmente. Este é um item importante no seu pacote de trabalho, especialmente em um trabalho permanente, de longo prazo.

Apesar das viagens, tenha em mente que um trabalho remoto pode ser bastante solitário também: enquanto sua equipe faz reuniões presenciais e sai para happy hours todas as semanas, você deve se contentar com o Skype ou o Hangouts, e (com sorte) algumas viagens de negócios.

Você é autogerenciável?


Embora você faça parte de uma equipe, com um chefe e (talvez até) subordinados, para ter sucesso você precisa ser independente e saber se autogerenciar muito bem. Programe-se de acordo com os horários convenientes para você e para a empresa e organize o seu próprio local de trabalho: se necessário para a sua produtividade vale até investir em um espaço de coworking, por exemplo.

É claro que o trabalho remoto traz muitos benefícios também: você não precisará se preocupar com os ônibus lotados e nem perder tempo no trânsito, além de ter mais tempo livre para investir em sua saúde e na sua família.

Se você já domina ao menos uma língua estrangeira (principalmente o inglês), saiba que existem alguns sites de vagas de trabalho focados no trabalho remoto, como o We Work Remotely e o Remote Ok, entre outros.
Ana

Ana Czapla é Engenheira e atua no setor de recrutamento desde 2012 – no Brasil, em Nova York e agora na Bélgica. De headhunter a job hunter, nestes últimos 4 anos ela já passou por algumas fases diferentes: emprego dos sonhos, desemprego e trocas de emprego e de carreira, e espera poder inspirar alguns profissionais dividindo suas experiências por aqui.